Honda element no Brasil... Por que não????

November 4th, 2009

No Brasil temos carros de todos os tipos, a maioria de qualidade entre mais-ou-menos e muito-ruim, diriam 8 em cada 10 pessoas que você perguntar na rua.

O que raramente perguntamos é o que significa "QUALIDADE".

Enquanto para muitos qualidade tem a ver com "beleza" (seja lá o que isso significa), "potência", "velocidade", "acabamento interno", "brilho da pintura", "quantidade de air-bags", e um monte de outros atributos, para uma parcela razoável chegaremos a atributos mais pé-no-chão como "robustês", "espaço interno", "visibilidade do motorista", "adequação ao uso", "valor na revenda", etc.

Foi pensando nesse segundo segmento que carros como o Fiat Doblo foram criados. Odiado por muitos por causa do seu estilo, o que ocorre de fato é que a Doblo é um sucesso de vendas, e é adorado por uma quantidade grande de brasileiros (vendas pelo menos 10 vezes maior que qualquer marqueteiro poderia ter imaginado quando foi lançado). Afinal, quantos carros temos no mercado que são robustos, apresentam ótima visibilidade, mecânica "barata", ótimo preço de revenda, e espaço para a família, cães, avós, etc.

Mas a qualidade intrinseca desse produto é só metade da explicação para seu sucesso. A outra metade é que o carro simplesmente não tem concorrentes....
Que maravilha... produto único... de boa qualidade... sem concorrentes... num mercado aquecido!!! Nem precisa melhorar nada, não é mesmo? A propósito, é exatamente isso que aconteceu. Desde o lançamento em 2003, nenhuma melhoria, modificação ou atualização real...

Mas e se a doblo tivesse um concorrente???

Para quem nunca viu, apresentamos então o Honda Element, sucesso nos EUA, onde já é vendido desde 2003 baseado na plataforma modificada do CR-V.
(preço de venda US$ 20.000,00 com air bag triplo, motor 2.4, rodas, e tudo mais que tem direito)



Para entender esse carro, primeiro precisamos entender que ele foi desenvolvido pensado em pessoas despojadas, que gostam de frequentar praias, não se importam com estradas de terra, e que queriam um carro que coubessem prancha de surf, cachorro, família, crianças, etc, e que fosse robusto, e ainda lavável por dentro... isso mesmo, lavável por dentro. Quem precisa disso??? Eu por exemplo... Um dos meus sonhos de consumo é um carro lavável por dentro!

Fundo emborrachado? Por que ninguém pensou nisso antes?

Assim nasceu o Honda Element. Para quem nunca teve a oportunidade de ver de perto, imagine uma Doblo Adventure um pouco mais larga, mais baixa, e com as proporções muito bem pensadas.

Design: Muita gente no Brasil torce o nariz para o design desse carro. Aih... que feio... Uii... não gostei dessa frente... Ah, o carro é meio "quadrado"...

Já eu, e um monte de gente que eu conheço (fiz uma enquete onde trabalho), achou muito bom, muito bem desenhado, com aparência remetendo à robustês, etc. Mas enfim, quem compra um carro desses geralmente está muito mais interessado em coisas mais "relevantes" do que design. Quer design? Compra logo um "Renault Clio"! :) A conversa aqui é para quem quer robustês, espaço, etc.

De toda forma, em termos de design acho especialmente interessante a abertura total das portas laterais. Facilita a entrada de carga e pessoas (foto abaixo). No Brasil não temos nada parecido, apesar da própria Doblo ter as portas que correm, que também é uma boa solução!

A facilidade de acesso é sem precedentes! Nota 10!

No mais o carro é um dos poucos no mercado americano a ter conquistado nota oficial excelente no quesito segurança. Segurança sim, é importante!

O motor é um i-VTEC 2.4 L, mais do que suficiente para o objetivo do carro. Numa versão brasileira poderia ser adaptado perfeitamente o 1.8 do Civic atual. Ah..., claro, se o você gosta mesmo é carro com muito motor e potência, essa não é a sua praia. Certamente para você o mercado tem opções muito melhores... :)

O painel é bem construído, com bom acabamento e espartano. Papagaiada não combina com essa turma!

Bancos laváveis!!! Por que ninguém pensou nisso antes???

-------------------------

Preço justo para venda no Brasil?

R$ 55.000,00 (incluíndo equipamentos como Air-bag, etc).
----------------------

Se é tão bom assim, porquê a Honda não trouxe para o Brasil????

Ótima pergunta... a ser feita aos executivos da Honda do Brasil.

Porquê lançar o Honda City, que concorre e canabaliza clintes do mercado do Civic, ao invés de investir num carro diferente, para um mercado onde só tem a opção da Doblo???

Sinceramente eu não entendo....
Alguém saberia explicar?

_____________________________
Artigo escrito por Claudiano Sales de Araujo Junior, Eng. Desenvolvimento de Produtos. (ver página pessoal)